feminismo

8 de Março

o-MEDITATION-MYTHS-facebook.jpg

Acordei pela manhã com uma sensação diferente.
Me senti supreendida pelo dia, uma espécie de alegria com estranhamento.

Percebi: O Dia da Mulher está diferente este ano.

Muitas mulheres estão em greve, lutando pelo básico: a igualdade.
Outras lutam por sua liberdade anonimamente.
Algumas não estão preocupadas com elas mesmas, mas com o futuro de seus filhos;
Uma parte em todas anseia puramente pelo amor verdadeiro.
Hoje é o dia que honramos aquelas que se tornaram líderes na sociedade e inspiram outras à fazerem o mesmo!
É o dia de lembrar que nossa força não é a mesma que os homens, que temos um poder infinito em nosso coração, em nossa profunda sensibilidade.

Hoje é o dia de ouvir a VOZ dessas mulheres, e meu pedido é: que você expresse também sua própria voz, sua verdade, sua dor, seus desejos, meu medo mais profundo, sua imensa coragem em nascer em um corpo feminino!

Hoje é o dia que me pergunto: Qual é a minha missão no mundo como mulher?

Assumir com força essa missão e objetivo me empodera ainda mais para que eu siga meu próprio caminho, sem mais me esconder atrás de outrem, sem mais me anular por vergonha ou medo, sem sofrer em silêncio por não ter a atenção, o reconhecimento e o amor que mereço.

Assumir minha missão no mundo é estar conectada à minha verdadeira história, honrando as mulheres que abriram os caminhos para que você pudesse estar aqui hoje. Afinal, minha história começa muito antes de eu nascer.

Minha mãe e minhas avós tem minha eterna admiração pois não poderia ser diferente, simplesmente por serem quem são me inspiram uma força enorme que não cabe em mim e não posso retribuir, apenas agradecer e honrar.

Adorei a homenagem que o Youtube faz e compartilho abaixo esse vídeo, para que possamos recordar e ouvir a VOZ dessas mulheres incríveis.

As Mulheres são a INSPIRAÇÃO que precisamos no mundo!
Que seja VOCÊ que lê este texto uma INSPIRAÇÃO na vida das pessoas que estão ao seu redor.

Porque, sabe uma coisa, você já é.

Dica de Filme: Sorriso de Monalisa

onesheet.jpg

O filme mostra a realidade dos anos 50 quando atrair um marido e casar era o máximo objetivo de vida feminino. Uma nova professora de história da arte chega à escola mais conservadora dos Estados Unidos e inicia uma série de provocações inspirando suas alunas à assumirem sua identidade.

Nosso conceito de mundo e de propósito de vida é influenciado diretamente pelo ambiente que vivemos e quando imersas em um círculo limitado de valores fica ainda mais desafiante seguir nossa própria verdade, afinal o contexto que nos envolve afeta a forma que vemos o mundo.

A maneira como vemos a vida das nossas mães, avós e bisavós é influenciada pela nossa forma de ver o mundo hoje. E a forma como elas viveram também influencia nossa própria história.

Nós mulheres trazemos essa influência histórica em nossas emoções, na tristeza, na alegria, na dependência, no desejo de liberdade, na coragem e na força feminina.

Por isso acho tão importante compreender sua ancestralidade e honrar cada uma dessas mulheres que vieram antes de você, honrar por tudo o que passaram para que tivesse hoje a qualidade de vida e de consciência que tem.

Para quem busca algo delicado e feminino, fica uma dica de filme :)